Emunatênu (Nossa Fé)

I. YHWH

Cremos em YHWH, o Criador dos céus e da terra, o Elohim de Avraham (Abraão), Yits’chak (Isaque) e Ya’akov (Jacó).

Cremos que YHWH é UM (echad), ou seja, apenas 1 (uma) Pessoa, e não Três.

Cremos que YHWH pode se manifestar de formas plurais, conforme atesta a Torá. Cremos que YHWH revela a si próprio pelas K’numê ou Gaunin (essências, naturezas, manifestações) do PAI, do FILHO (= a Palavra/Memra) e da RUACH HAKODESH (Espírito de santidade/Espírito Santo).

Cremos que o Pai, o Filho Yeshua (Palavra) e a Ruach HaKodesh são manifestações do mesmo YHWH, que é UM (echad), razão pela qual não cremos na existência de Três Pessoas distintas (politeísmo).

II. ESCRITURAS

Acreditamos que as Escrituras, que incluem tanto o Tanach (Primeiras Escrituras) quanto a B’rit Chadashá (Aliança Renovada/“Novo Testamento”), são divinamente inspiradas, constituindo a infalível Palavra de Elohim em seus textos e manuscritos originais.

Entendemos que a literatura judaica extrabíblica conservou muitas tradições acerca da vida judaica no primeiro século, razão pela qual é útil e valiosa para fornecer o contexto das palavras de Yeshua e de seus talmidim. Também cremos que a literatura rabínica dissemina, em muitos casos, tesouros da sabedoria judaica, não obstante, por mais importante e preciosa que seja, não é a Palavra inspirada de YHWH.

III. MASHIACH (MESSIAS)

Acreditamos que Yeshua HaMashiach veio e, com grande alegria, esperamos por seu retorno.

Nós acreditamos que o Mashiach é a Palavra que se fez carne. Nós acreditamos que ele nasceu de uma virgem, viveu uma vida sem pecado de acordo com a Torá, realizou milagres, e foi executado para a expiação daqueles que fazem teshuvá (retorno) a YHWH, abandonando seus pecados.

Cremos que, após a sua morte, YHWH ressuscitou corporalmente o Mashiach ao terceiro dia, que ascendeu ao céu e, atualmente, está sentado à direita de YHWH. Ele voltará no final desta época para inaugurar o Reino de Elohim na Terra, e governará o mundo a partir de Yerushalayim (Jerusalém) com o seu povo Israel por mil anos.

Cremos que Yeshua veio como homem, apesar de ser uma das gaunin/k’numê (essências, naturezas, manifestações) de YHWH. Neste sentido, além de vários textos das Escrituras, o Midrash Rabá também ensina que o Espírito de Elohim é o próprio Espírito do Mashiach, conceito que é atestado por diversas outras fontes rabínicas.

Acreditamos também que Yeshua HaMashiach é a Torá encarnada. Assim como a Torá é o caminho, a verdade e a luz, o Mashiach também é o caminho, a verdade e a luz.

IV. SALVAÇÃO

Acreditamos que através da morte de Yeshua HaMashiach, e por causa de sua aliança de sangue conosco, nós recebemos a salvação e a redenção dos nossos pecados.

Salvação significa libertação do pecado, este definido como a violação aos mandamentos da Torá de YHWH. Yeshua HaMashiach liberta o homem do pecado e o leva a cumprir a Torá com a genuína intenção do coração.

A salvação vem pela fé em Yeshua HaMashiach através da graça, e não é obtida por meio de obras, e nem mesmo pela observância da Torá. Com efeito, se YHWH julgasse com justiça estrita os homens segundo a Torá, estes seriam condenados, pois todos pecaram. É por este motivo que as Escrituras e os sábios de Israel ensinam que o homem deve clamar pela graça e misericórdia de YHWH.

Ainda que todos os homens sejam carentes e necessitados da graça de YHWH, a verdadeira fé se expressa por meio da vontade e do esforço pessoal em viver e praticar os mandamentos da Torá de YHWH. A fé sem obediência é morta, porque não produz frutos.

A salvação está disponível a todos os seres humanos, independentemente da origem genealógica. Logo, os gentios que se convertem a YHWH/Yeshua tornam-se parte do povo de Israel, razão pela qual não podem ser discriminados.

V. TORÁ: a instrução de YHWH

A Torá, traduzida incorretamente como "Lei", é em verdade o conjunto de instruções e ensinamentos de YHWH ao homem, para que este tenha uma conduta moral elevada: amando YHWH acima de todas as coisas e o próximo como a si mesmo. 

Portanto, YHWH não irá abolir a Torá, descartá-la ou substituí-la por outra, já que os princípios ético-morais consubstanciados na Torá são eternos.

Acreditamos que a observância da Torá é obrigação moral do homem e expressão do amor a YHWH. A Torá traz liberdade, e não escravidão. A Torá é o caminho, a verdade e a luz, e é para todas as nossas gerações e para sempre.

Yeshua é a Torá Viva. Destarte, contraria a vontade de YHWH aquele que aceita a Torá, mas rejeita Yeshua. Do mesmo modo, vive em desobediência aquele que aceita Yeshua, mas rejeita a Torá.

A perfeita interpretação da Torá foi dada por Yeshua HaMashiach, razão pela qual seu testemunho de vida e seus ensinamentos são essenciais para se caminhar com YHWH.

Cremos que quem se converte a YHWH deve gradativamente praticar os mandamentos da Torá, santificando-se cada vez mais em busca da elevação espiritual.

Cremos que os princípios ético-morais da Torá são para todos, judeus e não-judeus. Não obstante, existem determinadas normas na Torá que estabelecem mandamentos aplicáveis a categorias específicas, ou seja, fixam distinções em relação aos destinatários das regras (ex: sumo sacerdote, sacerdotes, levitas, israelitas, homens, mulheres, judeus e não-judeus). Por tal razão, já que existem mandamentos destinados especificamente aos judeus, os não-judeus não estão obrigados a cumpri-los como se judeus fossem, mas podem optar por cumprir tais mandamentos de forma voluntária.

VI. A ÚNICA FÉ

Nós acreditamos que há uma fé que certa vez foi entregue ao povo de Israel. Nós acreditamos que o Mashiach não veio para criar uma nova religião, mas para ser o Messias que há de reinar sobre toda a terra, e seus ensinamentos não podem ser confinados e aprisionados aos dogmas de qualquer religião.

Nós acreditamos que os discípulos de Yeshua HaMashiach devem praticar a sua fé segundo as Escrituras, interpretando-as em seu contexto histórico-cultural original.

Cremos que a milenar cultura judaica com seus ensinamentos, valores e tradições são essenciais para a compreensão das Escrituras, uma vez que seria impossível interpretar corretamente Textos Sagrados divorciados de seu contexto histórico-sócio-cultural.

Assim sendo, reconhecemos e valorizamos a importância do povo de Israel ao longo dos milênios até os dias de hoje, e cremos que os ensinos, doutrinas e práticas vivenciados por Yeshua HaMashiach e seus discípulos, no primeiro século, representam uma dentre as diversas correntes do pensamento judaico vigente à época do Segundo Templo.

Na interpretação e aplicação das Escrituras, adotamos os ensinamentos da sabedoria judaica que perpassam os milênios. Contudo, rejeitamos a “judeulatria”, ou seja, a incorporação de tradições e ensinos rabínicos sem a prévia investigação crítica à luz das Escrituras em seu contexto original, e entendemos que sempre há de prevalecer a halachá (lei rabínica) fixada por Yeshua HaMashiach e seus primeiros discípulos.

Repudiamos veementemente o antissemitismo, que é a disseminação do ódio contra o povo de Israel.

Cremos nas manifestações sobrenaturais de YHWH, bem como na existência de dons espirituais: palavra de sabedoria, palavra de conhecimento, fé, dons de curar, realização de milagres, profecia, discernimento espiritual, diversidade de línguas e interpretação de línguas. Entretanto, sabemos que existem milagres operados por falsos profetas, razão pela qual rejeitamos manifestações espirituais operadas por HaSatan (Satanás) e seus shedim (demônios).

A Congregação Messiânica B’nei Or, liderada pelo Rosh Tsadok Ben Derech, busca praticar a fé original ensinada por Yeshua e seus discípulos, em consonância com o Tanach (Primeiras Escrituras) e a B’rit Chadashá (Aliança Renovada/“Novo Testamento”), firmada em seu autêntico contexto histórico-cultural.